9 comentários sobre “Cap 15: O que me importa agora?

  1. estou como o Caio… só que minha face mostra mais choque do q a dele…ahn, pergunta: ainda vamos ver tudo isso sob a perspectiva do Caio? Eu espero q sim, pq isso o fez parecer um vilão…

  2. meu deus…chorei o capitulo tdoooo² =/'Por amor a gente suporta o imaginável…'

  3. nas desventuras do amor, quem é o mocinho… e quem pode ser o bandido?…uma incógnita difícil de se resolver…mas não percam a continuação…abraços, lindas!

  4. não é justo! esse capítulo não poderia ter terminado agora…não agora!! =/e as mhs lágrimas aqui ainda guardadas?? hum? por esses 2 eu não me importo de chorar!!!Cap 16, venha a nós!! ^^bjo,Li! =*

  5. Nossa Li… isso foi pq ontem eu pedi um capitulo pra rir, neh?! haha…Como xorei,foi mais lagrimas do q o de ontem!!Algumas das coisas q ela disse, saum coisas q eu gostaria de dizer… mais tah tudo intalado, sabe?!:~~Bjoos!!ps. kem sabe agorah eu naum tome coragem?! =/

  6. nossa Li… to com a Bela e não abro!!!! ele precisa rever atitudes… o que a Bela jogou na cara dele é a mesma coisa que tantas vezes eu quis dizer e reprimi e acabei vencida pelo cansaço… me fez chorar de novo…rsrs!!!!! to esperando o próximo capítulo!!!!!!

  7. Oi, Lucy, nossa, amei seu comentário! Vc é demais. Prometo não desapontá-la nos próximos capítulos!

  8. perfeito o comentario da lucy…

  9. eu disse q ele ia parecer o vilão… as coisas não são assim, meninas.Vocês não podem simplesmente vomitar todas as angústias sobre eles. Por isso a comunicação é a principal virtude de um casal. AINDA MAIS PRA NÓS!!! Tentem visualizar que estamos longe deles, temos pouco tempo para interagir e o pouco que temos deve ser bem aproveitado. Entendam q eles passam por muita pressão, muitas privações, eles não teêm a liberdade que nós temos (e se vocês acham q isso não é grande coisa, imaginem vocês morando na casa das suas mães tendo que fazer tudo do jeito que ela diz que deve ser e tendo que dar satisfação por cada peça de roupa q usar, cada saída que der e tendo horários inflexíveis para ir e vir, com regras de como comer, o que vestir, e mais um bando de outras coisas… isso tudo sendo maior de idade!!!).Eu sei q é difícil e sei q vão acreditar em mim pq estamos, em tese, nas mesmas circunstâncias. E se eu estou dizendo q é compreensível certas coisas, no mínimo, há uma probabilidade de que seja, afinal, eu compreendi. Não digo q sou melhor nem pior, só digo q eu achei aquele lado do prisma que me ajudou a entender e não me angustiar (ralei mto, mto messssmo, mas achei, não é impossível, só é… difícil pq envolve mto sacrifício e não é sacrifício físico e sim, emocional e principalmente do próprio orgulho).Eles não teêm toda a razão, mas não são vilões. A vida que eles teêm exige deles muita frieza e racionalidade, enquanto nós estamos livres para nos emocionar (até pq faz parte do instinto feminino). Desculpem, mas o capítulo não foi claro o suficiente… não mostrou os dois lados… como disse a Li, quem pode ser vilão e mocinho? E eu acrescento que não há vilões nem mocinhos, há escolhas e todas são individuais e não precisam de justificativas pq o que sentimos nos justifica.Eu só quero dizer realmente que vocês devem falar o que sentem… já falei várias vezes, nunca deixei de dizer o q sinto, sempre falei, sempre argumentei, sempre conversei. Nossos relacionamentos são complicados e o ponto principal é o amor. Não o amor simplesmente, mas o amor que nos proporciona estarmos dispostos à conversar, nos expor em nossa totalidade. Nesse caso, mais do que nunca, é que precisamos nos expor para o nosso amado. Ele precisa nos ver! Não estou falando fisicamente, mas emocionalmente. Vc está angustiada? Fale. Converse. Agora seja sábia para escolher a hora apropriada para tal. Não queira pegá-lo depois de um campo pesado para discutir a relação. ("A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola a derruba com as próprias mãos" Provérbios 14:1)Agora, mais do que falar sobre o que sente, é estar disposta a mudar caso seja necessário! E é assim que vc poderá conversar no máximo 3 vezes sobre os assuntos com eles, pq depois disso (se estiver disposta realmente) já estará se transformando! Entendem? Não é simplesmente lamentar ou reclamar, é dizer algo para que a situação mude. Se vc acha q ele deve mudar, mude primeiro! Parece jargão, mas a coisa realmente funciona! Eu sei que sim!!!Não engulam sapos. Tenho certeza q o seu amado não quer que seja assim, mas ele é humano também. Ajude-o a enxergar algo que vc acha q ele não enxerga, mas esteja disposta a abrir os olhos também. Não se sufoque, não se reprima, não se jogue às traças… se jogue nos braços dele e chore o qto for necessário. Se ele for forte o suficiente, te sustenta e te ergue de novo. Se não for, a força de vcs dois juntos vai suportar e vocês se levantarão. Por isso Deus fez um casal: duas pessoas. Quando um está fraco, o outro se faz forte. Se um cair, o outro o levanta. Assim, aprenda a lidar com essas fortitudes e fraquezas.Aiai… falei demais (desculpa, Li)! =XMas eu precisava dizer isso pq foi algo q eu demorei mto pra entender, enxergar e aprender (ainda não sei se aprendi completamente, mas estou buscando). E o sábio aprende com a experiência dos outros, evitando quedas e sofrimentos desnecessários!!! o/Bjos, meninas… chega de falatório neste comment! Agora só nos próximos… rsss.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *