Blog da Li Mendi

Positividade: pessimistas e coitadinhos são infelizes!

Eu tenho uma unha horrorosa, fraca, pequena, mole, um papel. Esse é um pensamento negativo, ou seja, o que eu NÃO TENHO. Aprendi com uma amiga que devo parar de comunicar coisas negativas para o meu cérebro e toda vez olhar o lado positivo.

Exemplo: eu tenho muitos esmaltes coloridos, sei fazer unha bem e adoro pintá-las (terapia mesmo!). E, melhor, agora tenho mais tempo pra essa tarefa tão simples. Logo, eu só posso ficar feliz, parar de reclamar, sentar a bunda na cadeira e palitar os cantinhos. Então, sem bancar a velha rabugenta reclamando, faço três vezes na semana.

Ok! É o exemplo mais fútil e idiota, eu sei! Mas, o que importa é a essência da ideia. Não diga pra si mesma negatividade. Faça um exercício de se ouvir e trocar os pensamentos. Por que você é a maior crítica severa e impiedosa de si mesma? Bom, moral da noite? Unhas curtinhas, super bem feitas e lindas para arrasar amanhã. É o que Deus me deu? Então, estarão maravilhosas ao meu “possível”. Uso um monte de anéis pra desviar a atenção!

Você não escolhe tudo na vida, mas, sim, você escolhe como melhorar e se valorizar. Dá uma ouvida em si mesma amanhã e comece a contar o número de vezes em que vai se sabotar e se punir, falando frases ruins pro seu cérebro!

To exercitando bastante e como isso me deu mais ânimo e amor próprio quando passei a fazer outros mapas mentais!

Tente você! Pense agora rapidinho em alguma coisa negativa ao seu redor ou em si. algo que critica, acha ruim… Agora, vasculhe bem seus pensamentos e veja se não pode ver qualquer coisa positiva nisso: exemplo: uma oportunidade para mudar, melhorar que está ao seu alcance. Viu? Funciona!

Eu comecei a ver que estava mergulhada na cobrança da escassez. O que falta, o que não tenho? É muito sociedade do consumo, pode falar?! É muito lavagem cerebral do mood compra-a-qualquer-preço para poder ter uma vida perfeita na sacola. Só que essa não é  a vida real! Nem tudo é antiaderente, com fios egípcios e roda na velocidade x, com capacidade de y teras. Você é um espírito dentro de um corpo que recebeu e não escolheu. E sua tarefa é cuidar da sua própria saúde mental. Então, não se enlouqueça. Se ame, se agrade, se elogie, se ajude.

Tá chateado com a gordurinha?! Ué, você tem um tênis e uma rua pra correr? Levanta a bunda do sofá. Ah, tem uma academia, tem vídeos legais no Youtube de professores dando aula, tem instas dando dicas, tem um hortifruti perto de casa? Viu? Já vai começando a melhorar quando percebe que pode colocar um palito de fósforo aceso na sua escuridão!

Não escureça mais fechando janelas. Acenda lamparinas no seu caminho com força, coragem e empurrões em si. Porque vou te contar, se depender do seu vizinho, você continuará igual… Sabe quando mudamos? Quando identificamos o problema sem contar mentirinhas aliviantes para nós mesmos, somos maduros e adultos para enfrentar de frente a dor do rompimento da da inércia e temos o desprendimento de poder errar.

Eu estou todo dia tentando melhorar as frases que mando para os mesmo ouvidos. Tente também. Vai ver que até seu humor muda!

Abraço afetuoso.

Se esse texto mexeu com você, escreva pra mim abaixo e compartilhe no face!

SEJA MAIS FORTE QUE AS DESCUPINHAS QUE SÓ VOCÊ ACREDITA! VÁ LUTAR. COITADINHOS NÃO SÃO FELIZES.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer fazer um comentário?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *